Sábado, 18 de Novembro de 2017
CONSTRUINDO A  LogoIntersindical

Data Base 2017

Sexta, 27 Outubro 2017 12:56

Autopeças: trabalhadores mobilizados em defesa da convenção e por aumento real nos salários

Pior que os demais grupos, que chegaram a propor reajuste salarial pelo INPC e renovar a Convenção Coletiva, o Sindipeças até agora alem de não apresentar propostas com ganho real quer retirar 

cláusulas importantíssimas da Convenção que garantem mais direitos conquistados ao longo de décadas de lutas da categoria. 

A tática dos patrões desse setor que se recusa a renovar a CCT é aguradar a vigência da lei sobre a Reforma Trabalhista no dia 11 de novembro, para então bombardearem com mais facilidade os nossos direitos.

Confira abaixo  como anda a mobilização dos trabalhadores em algumas empresas desse Grupo.  

E prepare-se para engrossar a luta na sua fábrica. 

 

KSPG (Nova Odessa)
Na assembleia geral do dia 25/10, os trabalhadores aprovaram o comunicado de greve em defesa da Convenção Coletiva de Trabalho e por aumento real de salário.
A empresa agendou reunião para 01/11 às 14h.


Benteler (Campinas)
Em assembleia realizada no dia 26/10, os trabalhadores reprovaram 3,5% de reajuste salarial.
Na proposta, a empresa concorda em prorrogar o acordo coletivo até 2019. 

Observação: na data-base de 2016 foi realizado acordo fora do Sindicato Patronal. Na ocasião, a Convençõ Coletiva de Trabalho 2016-2018 foi renovada por 24 meses.


GKN (Hortolândia)
No dia 27/10, os  trabalhadores pararam  a produção para pressionar a empresa a abrir negociação sobre a data-base 2017.


Valeo (Campinas)
Em assembleia realizada no dia 27/10, os trabalhadores votaram para que a empresa abra negociaão sobre a data-base 2017.
Em caso de negativa da empresa, já manifestaram por votar o comunicado de greve.

 

Lido 598 vezes
Receba informações por email