Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017
CONSTRUINDO A  LogoIntersindical

Mais informações no Regimento Interno do Clube

CAPÍTULO I
DO CLUBE DE CAMPO E SUAS FINALIDADES:

Art. 1º O Clube de Campo é uma área de lazer do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Campinas e Outras, vinculado ao Departamento de Esporte, Cultura e Lazer que tem como finalidade promover o lazer de seus associados e unir os trabalhadores metalúrgicos e suas famílias em um ambiente alegre e sadio, visando unicamente o bem estar da categoria.

Art. 2º O Clube de Campo funciona na Rua Servidão B, Núcleo Santa Izabel, na cidade de Campinas, sendo indeterminado o prazo de seu funcionamento e duração, não tendo caráter econômico e, qualquer arrecadação havida, será empregada, exclusivamente, na execução de suas finalidades.

CAPÍTULO II
DOS ASSOCIADOS E SUAS CATEGORIAS:

Art. 3º O quadro social do Clube de Campo será constituído das seguintes categorias:
a) Sócio Metalúrgico e Sócia Metalúrgica;
b) Sócio Benemérito (Aposentados ou Aposentadas).

Art. 4º São sócios Metalúrgicos e Metalúrgicas, os associados e associadas do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Campinas, Americana, Indaiatuba, Hortolândia, Sumaré, Valinhos, Nova Odessa, Monte Mor e Paulínia, bem como seus dependentes, ou seja, a esposa, o esposo, filhos e filhas menores, até 18 (dezoito) anos de Idade.

§ 1º O Associado aposentado e inativo (carência) terá como seus dependentes com direito ao uso do Clube de Campo a esposa e os filhos menores, até 18 (dezoito) anos de Idade.

Art. 5º São sócios beneméritos os que tenham prestado ao Sindicato e ao Clube de Campo, serviços relevantes, desde reconhecidos e aceitos pela Diretoria Colegiada. Os aposentados estarão englobados neste item. Tanto sócio benemérito como aposentados não pagarão a taxa de manutenção, podendo haver alterações em conformidade com o Estatuto da Entidade.

CAPÍTULO III
DA ADMISSÃO DE ASSOCIADOS:

Art. 6º Poderão ser sócios do Clube de Campo aqueles que já são sócios do Sindicato dos Metalúrgicos, ou quem vier a associar-se.

Parágrafo 1º - Os trabalhadores sócios que perderam o seu posto de trabalho de 1992 para frente, poderão aderir como sócio, a saber:
1 Mediante Taxa de Adesão fora da carência de 12 (doze) meses no Sindicato, o titular pagará a quantia estabelecida pela administração do Clube em 4 parcelas, valor este que se refere à contribuição média-ano dos sócios ativos;
2 Contribuirá com taxa de manutenção mensal junto ao Clube de Campo a partir das parcelas de adesão;
3 Sócios que terminaram a carência conforme estatuto da entidade, contribuirão com a taxa de manutenção mensal junto ao Clube na Administração.

Parágrafo 2º - Filhos de sócios maiores de 18 (dezoito) anos poderão se aderir como sócio, a saber:
1 Desde que estejam como dependentes, a taxa de adesão para estes será isenta;
2 Contribuirá com taxa de manutenção mensal junto ao Clube na Administração.

Parágrafo 3º - Conforme estabelecido nos parágrafos 1º e 2º será cancelada a referida adesão, caso venha integrar-se como trabalhador na categoria metalúrgica e associar-se ao Sindicato.

Art. 7º Os sócios, dependentes do Clube de Campo não pagarão taxa de conservação, mas arcarão com o exame de piscina que terá validade de 90 (noventa) dias.

Parágrafo Único: Dos Convidados
1 Cada Sócio titular tem o direito de levar 5 (cinco) convidados;
2 Dos convidados será atribuído o valor de R$ 5,50 por pessoa na entrada (válido por 1 dia) e mais R$ 5,50 de Exame de Piscina (válido por 4 dias contínuos de abertura do clube).
Obs.: este valor está sujeito a reajuste de acordo com o reajuste da categoria.
3 Crianças até 10 anos a entrada é franca desde que acompanhadas por um responsável e mediante apresentação de documento;
4 Crianças a partir de três anos será obrigatório o Exame de Piscina, esta cláusula é extensiva também para os filhos de sócios.

Art. 8º Os associados, dependentes e adesões, só poderão freqüentar o Clube de Campo desde que estejam quites com as mensalidades e ou taxa de manutenção.

CAPÍTULO IV
DAS CARTEIRAS SOCIAIS

Art. 9º Todos os sócios e dependentes, de qualquer natureza, deverão ter a Carteira Social na Recepção do Clube de Campo.

Parágrafo Único: Todos os sócios e dependentes serão obrigados a apresentar a Carteira Social do Clube de Campo na portaria.

 

CAPÍTULO V
DOS DEVERES E DIREITOS DO ASSOCIADO

Art. 10º São Deveres dos Associados:
a) Estar em dia com as mensalidades do Sindicato e Taxa de Manutenção do Clube de Campo;
b) Cumprir e fazer cumprir o Regimento Interno do Clube de campo;
c) Zelar pela conservação do Clube de Campo.

CAPÍTULO VI

Art. 11º Das Faltas e Penalidades:
§1º - O não cumprimento do Regimento Interno
1 Perturbar a ordem das reuniões, treinos, festas ou competições esportivas do Clube de Campo;
2 Prejudicar de qualquer maneira as boas relações entre o Clube de Campo e outras Entidades;
3 Ofender, desrespeitar por gestos, palavras ou ações, qualquer pessoa no Clube de Campo, nas suas dependências;
4 Criar, direta ou indiretamente, dificuldades ou embaraços à boa administração;
5 Praticar dentro do Clube de Campo, atos Constrangedores;
6 Praticar dentro do Clube de Campo, jogos nos quais façam apostas ou queiram tirar proveito monetário.

§2º - As faltas determinadas neste Artigo serão aplicadas pela diretoria do Departamento de Esporte, Cultura e Lazer, a seu critério, não ficando os sócios isentos do pagamento das mensalidades, ficando, entretanto, privados de todas as vantagens concedidas no presente Regimento, inclusive freqüentar o Clube de Campo.
1 Da Suspensão e Punição, esta poderá variar de 30 dias a 1 ano. Em casos extremos de sua gravidade a suspensão será definitiva após avaliação e julgamento;
2 Depois de ocorrido os fatos, o infrator do Regimento fica suspenso de imediato, sendo retida a sua carteira de sócio do Clube, até a decisão final da penalidade imposta pela Diretoria;
3 O Departamento de Esporte, Cultura e Lazer terá no máximo 30 dias a contar do episódio para notificar e realizar o julgamento e impor a penalidade.
Obs.: Após a finalização do referido julgamento o infrator será notificado, da sentença em duas vias de igual teor para sua ciência.

§3º - Além das determinações constantes do § 1º em seus itens e §2º, será eliminado do quadro o sócio que:
1 Atrasar com as mensalidades sociais em mais de 03 (três) meses consecutivos;
2 Não satisfazer, dentro do prazo concedido, o pagamento de indenização ou de outro qualquer débito a que estiver obrigado;
3 Reincidir em qualquer falta a que tenha sofrido pena de suspensão;
4 Ceder seu recibo, carteira de sócio do Clube de Campo ou convite, para ingresso de pessoas estranhas nas dependências do Clube de Campo, salvo com autorização da Diretoria.

CAPÍTULO VII

Art. 12º Da Abertura e Funcionamento:
1 Abertura do Clube de Campo para acesso ao público
O horário será das 9 às 19 horas.

2 Abertura das piscinas
O horário será das 9 às 18 horas.

2.1 Acesso para as piscinas: exame e documento com foto.
3 Exames para as piscinas
O horário será das 9 às 14 horas, aos Sábados, Domingos e Feriados.
Para fazer o exame é necessário estar de biquini, maiô ou sunga.

Parágrafo Único: Nos feriados de Natal, Ano Novo, Sexta-feira Santa e 1º De Maio, não haverá expediente no Clube de Campo.

3.1 Das Proibições (Piscinas)
• Máquinas Fotográficas;
• Filmadoras;
• Bronzeadores;
• Chapéus, bonés, chinelos, carrinho de bebê;
• Bebidas e comidas;
• Salto mortal, looping, pirâmides e outros que venham pôr em risco a integridade física das pessoas;
• Objetos não relacionados ao banho de piscina.

4 Abertura para o Lago de Pesca
O horário será das 9 às 18 horas e 30 minutos;

4.1 Crianças só terão acesso ao lago de pesca acompanhadas por um adulto;

4.2 É permitido o uso de 1 (uma) vara comum e 1 (um) molinete por pessoa;

4.3 É permitido levar os peixes retirados sem limite de peso;

4.4 Não é permitido soltar os peixes retirados do lago;

4.5 Não é permitido limpar os Peixes no Lago e ou nas dependências do Clube;

4.6 No lago haverá vara de pesca e iscas que serão vendidas aos usuários.

Parágrafo Único: Os preços praticados no lago são determinados pela Coordenação do Clube e em paralelo aos preços de mercado.

5Dos Quiosques

• Será adquirido pela ordem de chegada na portaria do clube;
• Devendo permanecer o sócio ou responsável no quiosque;
• Terá direito apenas 01 (um) quiosque por sócio titular;
• Cada quiosque contém 1 (uma) mesa, 5 (cinco) cadeiras, 1 (uma) grelha, ½ tambor de PVC;
Obs.: É de responsabilidade dos sócios a guarda e zelo dos pertences durante a permanência no local.

6 Do Parque Infantil
Idade para uso: até 10 anos.

7 Dos Campos (gramado e areia) e quadras

7.1 O uso é mediante agendamento pelo sócio;
Obs.: O uso está vetado nos períodos de campeonatos.

7.2 O uso de materiais desportivos é de total responsabilidade de quem requisitou (mediante documento). A perda ou extravio implicará no pagamento (reembolso) do valor.
8 Vestiários
• Masculino, Feminino e Infantil;
• São compostos de guarda-volumes com identificação para os pertences do usuário;
Obs.: Valores em espécie e jóias não são de responsabilidade do funcionário do sindicato.

9 Trânsito de veículos/Estacionamento
• Não é permitido trânsito de veículos nas áreas de lazer, exceto ambulâncias e veículos em serviços com identificação;
• A guarda dos veículos no estacionamento será através de cartão de identificação do veículo.
Obs.: Não é de responsabilidade do Sindicato objetos deixados nos veículos bem como possíveis avarias.

10 Lanchonetes
• Funcionará no período das 9 às 19 horas;
• Para consumir os produtos nas Lanchonetes, é necessário adquirir Fichas no Caixa Central.

CAPÍTULO VIII
DA ADMINISTRAÇÃO DO CLUBE DE CAMPO

Art. 13º São Órgãos da Administração do Clube de Campo:
a) Diretores do Departamento de Esporte, Cultura e Lazer;
b) Diretoria colegiada.

§ 1º - Os Membros da Comissão Dirigente não receberão vencimentos, salários gratificações ou remunerações de qualquer espécie pelos serviços prestados.

§ 2º - Será respeitado escala de diretores para o plantão no clube de Campo.

Art. 14º A Comissão Dirigente terá a função específica de dirigir o Clube de Campo em conformidade com as determinações do presente Regimento, bem como com as determinações Estatutárias, obedecendo as instâncias deliberativas da Entidade.

Art. 15º O presente Regimento Interno está submetido às determinações do Estatuto Social do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Campinas, Americana, Indaiatuba, Hortolândia, Sumaré, Valinhos, Nova Odessa, Monte Mor e Paulínia.

CAPÍTULO IX
DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 16º Os casos omissos no presente Regimento Interno serão solucionados pela Diretoria do Sindicato, tomando a mesma por base o Estatuto do Sindicato, devendo este Regimento entrar em vigor na data de sua aprovação pela Reunião Ampliada da Diretoria.

 

 

 

 

 

Receba informações por email